Um padrinho um amigo

A Paróquia de Nossa Senhora da Vitória - Porto é constituída por uma população, na sua maioria, pobre, excluída, com comportamentos desviantes, sem família constituída e idosa.
Sabemos que em Portugal há uma população de 24% de crianças pobres.

O Centro Social Paroquial de N.ª Sr.ª da Vitória (CSPNSV) recebe actualmente 60 crianças nas Respostas Sociais de Creche e Jardim de Infância, com acordos com o Centro Regional da Segurança Social do Porto, que suportam o seu funcionamento. Na Casa Jovem, na Rua dos Caldeireiros, n.ºs 227-229, uma das Estruturas do CSPNSV, também acolhemos mais de 60 crianças e jovens, 25 das quais, com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos de idade, em Resposta Social de CATL de 1º Ciclo e sem acordo, isto é sem qualquer apoio económico, público ou estatal, havendo a necessidade de ter duas técnicas a tempo inteiro para os apoiar.

Temos a promessa de que o acordo acontecerá brevemente, mas, já lá vai mais de um ano e ainda não se concretizou.
Estamos empenhados em não lançar na rua estas 25 crianças. Achamos que além da desumanização, estaríamos a contribuir na injustiça de um crime social.

Também sabemos que de todas as crianças que frequentam o Centro Social Paroquial de N.ª Sr.ª da Vitória, cerca de 70% não tem família estruturada, e ou são filhos de mães adolescentes, mães solteiras e divorciadas. Nestas circunstâncias não aceitamos ficar vencidos. Acreditamos que com muitas pessoas como nós, seremos capazes de encontrar uma solução viável, que poderá ser a seguinte:

procurar encontrar e convidar pessoas, Instituições ou Empresas que se comprometam em “apadrinhar” uma criança com a mensalidade de 50€, que encaminhariam para a Conta com o NIB 0036 0260 991 000 149 4391 (MG) do CSPNSV, para este fim.

Realizaremos encontros periódicos de avaliação dos resultados.
Desde já o convidamos a visitar a Casa Jovem.

Confiamos na solidariedade e na fraternidade de quantos sabem amar e partilhar gratuitamente.
Crê que outro Mundo é possível.

P.e Jardim